AGRONEGÓCIO E MONOPOLIZAÇÃO DA PRODUÇÃO CAMPONESA NO CEARÁ

Leandro Vieira Cavalcante

Resumo


Observa-se, especialmente a partir da década de 1990, a instalação de grandes empresas no Ceará que passaram a cultivar frutas frescas sob os moldes do agronegócio, culminando com a expansão desse modelo produtivo em território cearense e resultando em consideráveis impactos na reprodução da agricultura e no modo de vida camponeses. Dessa forma, objetivamos como este artigo discutir a expansão do agronegócio no Ceará, destacando o processo de monopolização da produção camponesa de coco e de banana, que são frutas produzidas por pequenos produtores e adquiridas pelas principais empresas do setor, trazendo rebatimentos que vão além do processo produtivo em si e que reorganizam as relações sociais de produção e os usos do território.

Palavras-chave


Agronegócio; Agricultura camponesa; Monopolização da produção

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.