PRODUÇÃO E CONSUMO DO DESTILADO DE CANA-DE-AÇÚCAR NA CIDADE DO CRATO EM MEADOS DO SÉCULO XIX.

Davi Nobre Mesquita

Resumo


O presente artigo se propõe a analisar as relações em torno da produção e consumo do destilado de cana em Crato, cidade do Cariri cearense, em meados do século XIX. Partindo da perspectiva da alimentação como elemento constitutivo da cultura material da sociedade, a cachaça é enquadrada no patamar de alimento-droga. A bebida leva consigo marcas ora depreciativas, ora de exaltação. Sua importância social é perceptível na sociedade caririense do século XIX, tanto pela renda gerada por sua produção, quanto pelas marcas sociais atribuídas a ela, por ser mais acessível para a população em geral, por ser fruto da produção local, o que não era o caso das bebidas importadas.

Palavras-chave


Cultura Alimentar; Cachaça; Cidade do Crato Século XIX

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.