ENTRE PRATOS, TIGELAS E TRAVESSAS: UM BREVE ESTUDO SOBRE O CONSUMO DE LOUÇAS EUROPEIAS PELA ELITE ARACATIENSE (1850 – 1890)

Ana Paula Gomes Bezerra

Resumo


O estudo “Entre Pratos, tigelas e travessas: um breve estudo sobre o consumo de louças europeias pela elite aracatiense (1850-1890)”, tem como recorte espacial a cidade de Aracati, localizada no litoral cearense, na região do Vale do Jaguaribe, distante da capital cearense, Fortaleza, aproximadamente 148 km. A escolha do objeto se deu por sua importância econômica ao longo dos séculos XVIII e XIX, ocasionado pelos ciclos das charqueadas e da cotonicultura. Ambas atividades contribuíram para o enriquecimento e civilidade da urbe, tornando-a um polo de importação e exportação de mercadorias, estreitando as relações com a Europa. Quanto ao recorte temporal, a escolha pela segunda metade do século XIX, se deu por representar um momento de crescimento da cidade e expansão do modelo civilizador capitalista que chega a Aracati através de mercadorias consumidas, como louças europeias, fabricadas principalmente na Inglaterra, e pela instalação de casas comerciais locais e estrangeiras.

Palavras-chave


Cidade de Aracati; Consumo de louças; civilização e consumo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.