YVES-MARIE ANDRÉ E OS NÍVEIS DO BELO

Lucas Américo

Resumo


Este artigo apresenta a contribuição da divisão do Belo em níveis (essencial, natural e instituído), proposta por Yves-Marie André no Essai sur le Beau, ao entendimento do Belo. Para tal, serão apresentadas as características dos níveis do Belo baseando-se no primeiro discurso, “Sobre o Belo em geral e, em particular, sobre o Belo visível”, por se tratar de uma introdução ao projeto do autor. Deste modo, apresento, de maneira introdutória, os três níveis centrais na estrutura formulada por André, trato da influência cartesiana sobre o seu projeto e finalizo estabelecendo o valor da filosofia de André ao entendimento do Belo.

Palavras-chave


Essai sur le Beau; níveis do Belo; Estética; cartesianismo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Universidade Estadual do Ceará - UECE

Centro de Humanidades - CH

Curso de Graduação em Filosofia                                   

Occursus - Revista de Filosofia

ISSN: 2526-3676

Qualis B3


APOIO: