ÉTICA DAS VIRTUDES NA CONTEMPORANEIDADE: UMA BREVE INTRODUÇÃO

Jonas Muriel Backendorf

Resumo


Este breve texto articula alguns dos principais aspectos que caracterizam a retomada contemporânea da assim chamada ética das virtudes, modelo teórico cujas origens históricas são creditadas principalmente a Aristóteles. O texto destaca o papel decisivo de Anscombe, sobretudo o seu Modern Moral Philosophy, como marco na transição que critica as teorias dominantes na modernidade (em especial a deontologia kantiana e o utilitarismo) e abre caminho para a retomada da reflexão nos moldes aristotélicos, enfatizando sobretudo o papel central que a ideia de caráter passou a ocupar desde o seminal artigo da autora. Atrelado a esse aspecto central, destaco, como traços distintivos deste modelo teórico, i) a centralidade dada à psicologia moral, ii) a inclusão, no escopo do debate ético, de aspectos “pessoais” do agente (suas emoções, seus projetos de vida, suas capacidades individuais, em detrimento das regras e princípios abstratos e impessoais que monopolizavam o debate moderno), e iii) a busca por uma base de fundamentação naturalista, que concebo, ao final da reflexão, como proposta mais frutífera dessa retomada contemporânea do modelo aristotélico.


Palavras-chave


Caráter. Virtudes. Aristóteles. Anscombe. MacIntyre.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Universidade Estadual do Ceará - UECE

Centro de Humanidades - CH

Curso de Graduação em Filosofia                                   

Occursus - Revista de Filosofia

ISSN: 2526-3676

Qualis B3


APOIO: