SOBRE OS MOTIVOS DA AVERSÃO AO MAGISTÉRIO: TESTANDO UMA HIPÓTESE DE ADORNO

John Karley Aquino, Larissa de Freitas Gonçalves, Jennifer Negreiros Sousa

Resumo


Em recentes pesquisas se verificou que, mundialmente, a carreira de professor tem despertado  cada vez menos interesse. O ensaio do filósofo alemão Theodor Adorno busca explicar os motivos desse desinteresse, porém aponta a necessidade de testar suas hipóteses por meio de pesquisas empíricas. Diante disso, este trabalho pretende, dentro de suas limitações, verificar a validade empírica das hipóteses adorniana da aversão ao magistério. Para este fim, realizou-se o acompanhamento de escolas do município de Itapipoca e a aplicação de um questionário. A análise dos resultados aponta, de um modo geral, que as hipóteses levantadas por Adorno são válidas, apesar de ocorrerem divergências em pontos específicos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Universidade Estadual do Ceará - UECE

Centro de Humanidades - CH

Curso de Graduação em Filosofia                                   

Occursus - Revista de Filosofia

ISSN: 2526-3676

Qualis B3


APOIO: