EDUCAÇÃO MORAL E POESIA NO SÉCULO XVIII BRITÂNICO

Mariana Dias Pinheiro Santos

Resumo


Pretende-se apresentar de que forma a considerada boa poesia do século XVIII britânico pode ser vista com o mesmo objetivo das morais práticas, isto é, o de refinar e polir os indivíduos. Para isso, seguiremos os seguintes passos: 1- reconstruir o contexto que produziu essa concepção: a distinção entre civilização e barbárie, bem como a dificuldade de unificar o modo escrito e o oral e a preocupação com a supressão do ócio; 2- sublinhar a relevância de Milton, Shakespeare e Spenser para a poesia britânica setecentista; 3- apresentar os ideais a esse respeito que permeavam os textos de importantes filósofos.

Palavras-chave


educação moral; Poesia; Polidez; Blair; Addison.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Universidade Estadual do Ceará - UECE

Centro de Humanidades - CH

Curso de Graduação em Filosofia                                   

Occursus - Revista de Filosofia

ISSN: 2526-3676

Qualis B3


APOIO: