Prisão e dinâmicas de criminalidade: notas e possíveis efeitos das estratégias de Segurança Pública na Bahia (2005-2012)

Luiz Claudio Lourenço

Resumo


As estratégias de segurança pública em todo país têm dado premência à prisão como forma majoritária de punição. O encarceramento cada vez maior de indivíduos delituosos é ainda mais expressivo entre os acusados de tráfico de drogas. Este texto tem por objetivo explorar algumas hipóteses sobre o direcionamento de políticas públicas de segurança e os possíveis efeitos do encarceramento sobre as ocorrências de crime. Adotamos para fazer esta discussão dados sobre o estado da Bahia entre os anos de 2005 a 2012. Os resultados encontrados mostram que ocorreram efeitos inversos aos esperados pelos gestores da segurança pública. O maior encarceramento aparece correlacionado com o aumento de atividades delituosas: taxa de homicídios, roubos e tráfico de drogas.


Palavras-chave


Encarceramento; Efeito dissuasório; Efeito de incapacitação; Tráfico de drogas, homicídio.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O público e o privado - Revista do PPG em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará - UECE