Como os paulistanos veem os setores de segurança pública e segurança privada: estudo exploratório com dados de uma pesquisa de survey

Cleber da Silva Lopes

Resumo


O artigo analisa de forma exploratória a opinião pública sobre os setores de segurança pública e segurança privada no Estado de São Paulo. O foco recai sobre duas questões: (i) a importância que a população atribui e a confiança que ela possui nas forças policiais (civil, militar e federal), guardas municipais e empresas de segurança privada; e (ii) a percepção pública sobre a natureza da ocupação, a aptidão profissional e os abusos cometidos por seguranças particulares e policiais militares. Os resultados sugerem que os setores de segurança pública e privada estão posicionados no imaginário popular como modelos distintos de provisão de segurança: o estatal, percebido como mais relevante e confiável no combate à criminalidade, mas com um padrão de ação considerado mais abusivo; e o privado, percebido como menos importante e confiável no enfrentamento do crime, porém com uma melhor capacidade de se relacionar respeitosamente com o público.

Palavras-chave


Segurança pública; Polícia; Segurança privada; Opinião pública; Estado de São Paulo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O público e o privado - Revista do PPG em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará - UECE