Qualidade de vida no trabalho: Percepções sobre sua importância como Política de Valorização no Serviço Público

Carla Valéria Nogueira, Francisco Horácio da Silva Frota

Resumo


Os programas de qualidade de vida no trabalho surgem como uma tentativa de minimizar os efeitos negativos das novas formas de organização com uma proposta de valorização dos trabalhadores com uma proposta de valorização dos trabalhadores. Neste estudo de caso, procuramos conhecer, por meio de entrevistas e pesquisa documental, a percepção dos beneficiários de um programa que tem como objetivo melhorar a qualidade de vida no trabalho, procurando especificar seu nível de importância como política de valorização no serviço público. A pesquisa foi realizada com sete trabalhadores do órgão onde o programa é desenvolvido como projeto-piloto. Os resultados encontrados demonstram que o programa é considerado válido enquanto política de valorização por promover a integração entre os trabalhadores, diminuição do estresse ocupacional e aumentando sua autoestima. Porém, sua proposta não está atrelada a outras políticas de valorização consideradas fundamentais que estão relacionadas a mudanças na organização do trabalho e nas condições de trabalho, fatores considerados cruciais para uma boa qualidade de vida no trabalho na instituição estudada.  


Referências



Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.